domingo, 8 de fevereiro de 2009

Os arrumadores



Penso que todos devemos ser solidários e partilhar o pouco ou muito que temos.

De qualquer forma existe uma "raça" de indivíduos com os quais não simpatizo nada, até porque estão geralmente associados a ameaças à nossa integridade física e do nosso património, nomeadamente as nossas viaturas. Além disso é uma má imagem que se faz passar da cidade.

Era bom as autoridades tomarem medidas nomeadamente na zona da Praça de Viriato onde constantemente somos abordados no sentido de dar a moedinha ao arrumador de serviço ( são vários ).
Como cidadãos trabalhadores, diariamente temos que pagar todo o tipo de taxas e impostos, para estacionarmos no centro da cidade temos que pagar o parquímetro, e sempre que tentamos uma alternativa, somos obrigados ( sim esse é o termo certo, obrigados ) a contribuir para a bebedeira/pedrada dos Sr.s arrumadores.
Assim não dá.

Se eles quiserem comida, roupa podem contar comigo, agora a dita moedinha e de forma forçada não, e alguém que acabe com esse problema social. Já pensaram se fossemos para a frente da porta da Câmara pedir moedinha a quem, no gozo ao seu direito de liberdade e livre trânsito, quisesse entrar na dita Câmara ?

É claro que todos conhecem também os "profissionais da arrumação" que exercem a sua actividade no Pingo Doce e no Palácio do Gelo. Nestes casos deveriam ser os responsáveis pelos espaços a tomar medidas.